24/02/2010

~~Criança.

Caminhei até um ponto qualquer da areia. Sem motivos determinados anteriormente desejei sentar. Talvez a maciez da areia fosse convidativa.
Sentei-me. Permiti-me passar os pés na areia como uma criança descobrindo os pequenos prazeres da vida.
Todos aqueles grãozinhos passando por entre os meus dedos... Como era prazeroso sentir cócegas! Parece que nunca havia tido tal sensação!
Observei o mar, por um segundo apenas. Levantei-me e fui embora.


Aqueles poucos minutos me foram mais que suficientes!

3 Comentários:

Cintia disse...

Eh quando vc tem mais preguiiiça e escreve tal texto q faz toda a diferença.
Essa tal sensaçao eh uma das melhores formas de LIBERDADE!
Needless to say, q eu ADOREI neh?!!!

- Gean Carlos disse...

A liberdade com que você escreve me trás uma sensação de paz que há muito não sentia.
Esse sentimento é tão palpável, percépitivel, que me faz querer fazer o mesmo, e me faz perceber que é nas pequenas coisas que nos tornamos felizes.
A felicidade esta ali, basta senti-la.


sensação que gostaria de sentir.

Textos da Cri disse...

Uauuuu. não sabia que vc tb gostava de escreverrrrrrrr florrr, adoooorei seu blog, já estou lhe seguindooo uhúúú rss

bjus lindaaaa

 
Lady Owl ©Template por 187 tons de frio. Resources:falermpiard e magg.