04/07/2013

~~ Sobre uma menina; sobre quase tudo!



Fiquei relutante por muito tempo até finalmente decidir contar essa história...




Bom, era uma vez uma menina doce, doce!
Em seus olhos ela parecia trazer o segredo do mundo. Sabe como é quando você olha dentro dos olhos de alguém e parece mergulhar no infinito? Pois é, com ela era sempre mergulho! Era sempre perca e sempre encontro... Ela era uma pessoa que te olhava de volta!
Ela não tinha medo de seguir adiante, não tinha vergonha de ser ela mesma, não tinha relutância alguma de circular entre diferentes grupos. Afinal, ela era de tudo um pouco.
Algumas pessoas quando a viam achavam que ela era falsa! Mas não era não! Ela era fácil, isso sim! Fácil de amar, fácil de amar de volta...
Ela guardava seus sonhos como pequenos troféus e exibia-os para as pessoas e elas se enchiam de orgulho... Acho que todos pensavam “Será que ela é real?”. E eu posso dizer com toda certeza que ela tinha a risada mais gostosa desse mundo!
Por vezes tinha cheiro de morango nos cabelos, e amava o frio! É impossível não se lembrar dela no inverno!
Ela tinha fome de novidade! Consumia as notícias na velocidade da luz! Nunca gostou de repetições, nunca gostou de se acomodar a uma ideia de permanência.
Ela era tão livre, que carregava a casa numa mochila!




Um dia ela me carregou pra bem longe, para além das nuvens, para a Terra do Nunca e me disse que sempre nos encontraríamos lá.
Construímos um castelo de muros coloridos que davam acesso a nuvens de algodão doce e cor de rosa! Fizemos dois vestidos iguais para nossas caminhadas por cima dos muros, o dela era azul de bolinhas brancas e o meu amarelo. Aproveitamos que estávamos numa terra só nossa e plantamos um imenso jardim de flores de chocolate com poder de nos transformar em crianças caso nos alimentássemos delas. Fizemos tudo com muito carinho e demorou bastante para construirmos tudo!
A pouco mais de um mês ela sentiu necessidade de ir embora e eu aposto com quem quiser que ela tá lá! Ela se adiantou um pouco, mas sei que ela só fez isso para deixar tudo bonito pra quando eu for pra lá também! 




Moça queria que você soubesse que recebo suas mensagens aqui todo dia! Vejo e ouço você em tudo que é bonito! Você está mais presente que nunca!
Estou morrendo de saudades de você! Sufoco muitas vezes, mas aí escuto suas risadas e choro de felicidade. Cuida de tudo aí que você não vai ficar sozinha por muito tempo!







Eu te amo moça bonita!

| comente (:

Rebeka de Paula Gomes da Silva disse...

Ela era fácil, ela era fácil de se amar... ela marcava a vida da gente com essa fome pela vida, com essa fome que assustava nossos parâmetros morais, que se estendia e contagiava. Sabe como é...morrer será uma biata aventura...


Não consigo mais escrever, só chorar...por que a saudade transborda nos olhos... =z

 
Lady Owl ©Template por 187 tons de frio. Resources:falermpiard e magg.