03/09/2009

~Desabafo.

As vezes me sinto só.
Não peço para que ninguém se disponha a me acompanhar! Lógico que não. Embora acompanhada sinto tal solidão. Sei, sei... Alguém vai ler isso aqui e dizer "aff que saco, quanto drama!", Não estou sendo dramática, que fique claro isso aqui.
Apenas me sinto só.
E quem nunca se sentiu assim?
Apenas mais um na multidão.
E derrepente eu quero ser isso. Apenas isso. Quase um ninguém.
Quero passar despercebido com a mesma intensa vontade que sinto de ser vista, percebida, sentida...
Não entendo tais sentimentos, embora eles vivam dentro de mim.
O que me dói no entanto, não é o fato de não entendê-los, é o fato de não conseguir distinguí-los.
São inúmerosssss, tanto bons quanto ruins e se mesclam. Se misturam e me tornam confusa, incompleta e indefesa.
Será que tais sentimentos habita a todos? ou será que eu sou a única pessoa no mundo incapaz de separá-los?
Hoje não os senti, devo agradecer ou me lamentar?
Não acredito que desejo sentí-los... Procuro evitá-los o máximo.
Hoje não estou disposta a escrever palavras bonitas, eu queria apenas desabafar, jogar tais sentimentos fora para que não me consumissem.
Por hoje eu não queria ser igual, nem diferente.
Eu queria ser capaz de me submeter a uma mudança. Como quem embarca numa viajem sem saber se o destino será realmente tudo aquilo que se espera, eu queria ser capaz. Gostaria de fazer alguma coisa por mim por que eu realmente desejaria fazê-la sem me importar com as críticas ou com as opniões alheias. Fazer porque eu quero, porque eu desejo...




...




Só hoje...

2 Comentários:

- Gean Carlos disse...

eu tbm me sinto assim as vezes,
mais logo passa. ;) féé!

beijoamor.

Cintia disse...

nossa qtas vezes ja nao me senti assim?!!
esse desabafo com certeza, representa mtos de nós

xero galega
;*

 
Lady Owl ©Template por 187 tons de frio. Resources:falermpiard e magg.